Bocada da semana: SANTA ROSA RESERVA (um vinho da ZUCCARDI) por R$ 19,90!! (isso que é custo benefício)

Caríssimos, como “bocada da semana” faço a indicação de vinhos produzidos pela Família ZUCCARDI, safra 2008 (RESERVA), com o incrível preço de R$ 19,90. Trata-se da linha SANTA ROSA, que é produzida em Mendoza, justamente na região de Santa Rosa (daí o sugestivo nome). Antes de falar dos vinhos em si (no seu “conteúdo”), algumas informações são interessantes de pontuar:

 (a)    A Família Zuccardi é uma das mais prestigiadas produtoras de vinhos de Mendoza. No mundo (e em especial no Brasil) os vinhos mais conhecidos são os varietais da linha “A” e “Q” (numa ascendência) e o corte “Z” (50% Tempranillo e 50% Malbec). Isso sem contar o fortificado “MALAMADO”. Confira as fichas técnicas (e preços) na página do importador (RAVIN) – http://www.ravin.com.br/Produtos/Default.aspx?busca=1&produtor=34

 (b)   Os vinhos “Santa Julia”, apesar de uma distinção dos produzidos com a assinatura Zuccardi, na realidade possuem a mesma raiz. Não é equivocado dizer que os vinhos da Santa Julia acabam sendo os “vinhos de combate” e de grande mercado da família argentina em voga.

(c)    Há ainda uma terceira “frente” da ZUCCARDI: os vinhos “Fuzion”, que parecem estar encartados numa linha mais moderna e internacional que o Santa Julia, mas sem a excelência dos vinhos com a assinatura direta da ZUCCARDI.

Pois bem, o vinho em análise (SANTA ROSA) – curiosamente – não é encontrado no site oficial da vinícola (ao menos no dia da publicação deste post) – http://www.familiazuccardi.com/. No entanto, o rótulo deixa claro ser um vinho de produção da Família Zuccardi, encartando-se na letra (a) acima. Este referencial já era animador para (ao menos) uma experiência.

Da análise da garrafa, tem-se que o produto possui boa apresentação (rótulo simples, mas elegante). Ao se abrir, percebe-se o zelo com o produto, que possui rolha de boa qualidade em que está cravado o nome da Família Zuccardi (seguindo o ritmo dos vinhos de bom nível de produtor). Soma-se a tais fatos, a constatação de que a cápsula é de metal (coisa rara em vinhos nesta faixa de preço).

O preço de R$ 19,90 que encontramos no Supermecardo Extraplus (Vitória-ES) é resultado de uma promoção, em que o comprador necessita comprar 06 (seis) garrafas variadas do vinho (o preço unitário, fora da promoção, é R$ 29,90). E, na prateleira, estavam presentes três opções da linha RESERVA, quais sejam: MALBEC, CABERNET SAUVIGNON e CHARDONNAY. – http://www.extraplus.com.br/loja/produtos.asp

A compra fica mais sedutora ainda ao se observar que todos os vinhos em exposição (e para venda) são da linha RESERVA e da safra 2008 (que conseguiu bons resultados). Outro dado é que com o preço promocional, você está comprando um vinho reserva pagando próximo ao preço do vinho mais simples da vinícola.

Não há como resistir, pois mesmo no preço unitário (fora da promoção), os vinhos estão bem acessíveis. Digo isso até por conta de pesquisa que fiz no mercado exterior, em que tais vinhos da linha Reserva da Santa Rosa são vendidos na faixa de oito euros…., doze dólares….Confira:

http://www.turtonwines.co.uk/argentina/familia-zuccardi-santa-rosa-reserva-pinot-noir-2007.htm

http://www.classic-wine.co.uk/pages/wine_details.asp?WineID=790&StyleID=&CountryID=&RegionID=&ColourID=&PriceRangeID=2&FreeText=&SupplierID=&Caller=&pageNo=1&SearchMode=wine&CustOrderID=&EstatePageNo=&EstateRegionID=

http://www.snooth.com/wine/familia-zuccardi-malbec-reserva-santa-rosa-vineyards-2006/

Não precisa nem dizer que o vinho no Brasil é vendido como um dos mais caros do mundo…… Assim, a pesquisa me animou “a partir para a luta” e comprar o ”pack promocional” (seis garrafas).

Já experimentei o Malbec que é bem típico, com boa fruta (sem exageros) e peso balanceado (14º, só com um pouco de álcool excessivo). Há no final alguma lembrança de especiarias (bem leve, mas perceptível). Vale os R$ 19,90 tranquilamente. Também tive a oportunidade de degustar o Cabernet Sauvignon (igualmente com 14º), que achei mais dócil, mas ao mesmo tempo com mais persistência na boca, alcançando a aprovação. Apesar de não ter a ficha técnica em mãos (as informações que trabalhei foram apenas as do contra rótulo), em ambos os vinhos a presença da madeira é muito sutil, o que indica passagem breve (que pode não ser da totalidade do vinho) por carvalho e, provavelmente, de barricas com algum uso. Não espere (seja no MALBEC ou no CABERNET SAUVIGNON) algum gosto tostado. Predomina a fruta e os vinhos parecem estar prontos para imediato consumo.

Não posso falar do Chardonnay (com 13,5º) que ainda está fechado (deixa o frio passar que eu abro).

Na relação custo benefício, os vinhos vão muito bem e passam no teste com sobras (por isso incluo no rol “bocada”, a versão tupiniquim do “best buy”). Talvez elucubrando um pouco (natural, pois já estou acabando a segunda taça de uma garrafa de um Malbec), o SANTA ROSA RESERVA parece ser o vinho de dia a dia da Família Zuccardi, tentando se aproximar (ainda que sem alcançar) a já afamada linha “A”. Contudo, ao menos na minha visão (paladar e olfato) superam os vinhos da linha Santa Julia. Ou seja, ficam numa linha intermediária entre a série “A” e os vinhos da Santa Julia.

A explicação para o preço, pelo que pude depreender, é a importação direta do vinho por um grupo de supermercados espalhados no Brasil. Como já gizei, adquiri os vinhos (na promoção citada) no Extraplus de Vitória-ES (Horto mercado), mas localizei o vinho no Rio de Janeiro no Zona Sul http://www.zonasulatende.com.br/Produto/Vinho_Tinto_Argentino_Santa_Rosa_Reserva_Cabernet_Sauvignon_By_Familia_Zuccardi_Garrafa__750_mL_2008–62017

Em Brasília, nosso amigo Cláudio Moura informa que os vinhos aqui abordados podem ser achados no Supermaia, com preços próximos ao da promoção (e sem a necessidade da compra do pack - Malbec e Cabernet Cauvignon R$ 21,49 e Chardonnay R$ 19,15).

Parece que a mesma receita para se conseguir vender o Doña Dominga a preços ótimos no Brasil foi adotada para a linha SANTA ROSA RESERVA, já que os postos de venda estão situados nos mesmos locais. Confira post anterior:  http://rodrigomazzei1.wordpress.com/2011/05/04/bocada-da-semana-vinhos-dona-dominga/)

Enfim, por tudo acima exposto, não temos dúvida de colacionar os tintos da SANTA ROSA RESERVA como figurantes do nosso rol de “bocada da semana”, pois são argentinos honestos, ótima procedência e, o melhor, com um “precinho” que faz a equação custo benefício alcançar resultado excelente.


Texto na categoria "Bocada da Semana", Descorchados, Dicas de Vinhos. Link permanente.

18 Responses to Bocada da semana: SANTA ROSA RESERVA (um vinho da ZUCCARDI) por R$ 19,90!! (isso que é custo benefício)

  1. Gustavo Bumachar escreveu:

    Boa dica , vou lá arrematar algumas, abraço

  2. Luciano Rodrigues Machado escreveu:

    Também gostei da dica. Eu vou comprar um pacote, embora ainda não tenha provado o vinho! abraço

  3. Rodrigo, um vinho para chegar aqui na venda final por 19,90, custou lá por volta de 2,50. Partindo dai vou ter que colocar na taça e ver essa “bocada” ou “milagre” de perto.
    Parabéns pelo Blog, com chamadas muito interessantes e com conteúdo de relevância.

    Abs e saúde
    Silvestre
    http://www.vivendoavida.net

    • mazzeimazzei escreveu:

      Caro Silvestre, peço desculpas por só responder agora, mas alguns comentários ficaram presos como SPAM (dois de sua lavra). Conversei com o Gilson Pimentel representante da RAVIN no ES (e, logo, da Zuccardi). Uma explicação que ele me deu para um preço tão competitivo é que este vinho, como outros que seguem a mesma receita, foram importandos diretamente por um consórcio de supermercados (parece que o nome é “Rede Brasil” ou algo próximo). Logo, temos na mesma figura o importador, o distribuidor e o varejista. Além dos impostos, os custos fixos são menores. Não é um vinho fantástico, mas para o dia a dia o SANTA ROSA RESERVA vai bem (ao menos na minha opinião). Obrigado pelo incentivo e mais uma vez, parabéns pelo seu blog (sou leitor assiduo). Abraços, Rodrigo

  4. Pedro Saulo Metzker escreveu:

    Continuo a apreciar suas observações. E tenho acompanhado várias dessas promoções, ao que parece é uma oportunidade a ser usufruída por todos, inclusive para aqueles que pouco conhecem a ciência por traz dos vinhos (meu caso).
    E felizes somos nós que conseguimos conciliar a herança cultural “tupiniquim” com o paladar de nossos colonizadores!
    Grande Abraço!

  5. Candida Nader escreveu:

    Eu experimentei o Cabernet Sauvignon e gostei muito. Harmonizei com capeletti de frango e ficou bom. O que achou da harmonização. Abraços e parabens pelo blog.
    Candida.

  6. claudio moura escreveu:

    Ontem experimentamos o Santa Rosa Chardonnay e gostamos muito do vinho.
    Aroma e sabor fantásticos. Ótima relação custo x benefício. Valeu pela Dica.
    Um abraço
    Cláudio

  7. RC escreveu:

    Caro Mazzei, aqui em Brasília, no Supermaia, só se acha o rótulo “Santa Rosa Estate”, que, imagino, seja uma linha de entrada, abaixo da reserva. Você sabe se é isso mesmo?

    • Rodrigo Mazzei escreveu:

      RC, exatamente isso. O Santa Rosa State é a linha básica, a entrada dos vinhos da Santa Rosa. O preço é muito bom (aqui em Vitória chegou a custar R$ 12,90). Para o dia a dia, vale a apena. Eu gosto mais do Reserva pela seleção das uvas e diante da pouca diferença de preço. Abraços, Mazzei

  8. Márcio Diniz escreveu:

    Experimentei o CABERNET SAUVIGNON ontem, em uma palestra sobre massas e molhos, e foi incrível ver a reação instantânea de um grande número de pessoas ao experimentá-lo também.
    E foi por isso que decidi tentar descobrir um pouco mais sobre ele e, por sorte, encontrei este site com informações riquíssimas, mesmo para mim que não sou profundo conhecedor de vinhos. Obrigado pelas informações.

    • Rodrigo Mazzei escreveu:

      Caríssimo, este vinho é uma BOCADA. O Malbec 2010 está maravilhoso tb. O bom é achar vinhos de qualidade, que não pesem no bolso. Abraços e obrigado pela visita.

  9. Elaine escreveu:

    Acabei de comprar o Santa Rosa CABERNET SAUVIGNON 2011 e estou ansiosa para experimentar. Aqui em Bh no super nosso está com esse preço de 19,90.
    Na verdade fiquei na dúvida entre ele e o Doña Dominga, que está por 29,90. Comprei os dois, mas vamos um de cada vez, e pelo seu post, experimentarei primeiro o Santo Rosa.

    Parabéns pelo site. Sempre que preciso venho visitá-lo. Grande Abraço.

    • Rodrigo Mazzei escreveu:

      Elaine, veja que há uma diferença (grande) entre o Santa Rosa e o Santa Rosa Reserva. Veja qual comprou. Depois que experimentar os vinhos, mande sua opinião. Abraços, Rodrigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>